Crescendo em Deus

“Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a Sua saída, como a alva, é certa; e Ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.”

(Oséias 6:3)

Gostaria de mostrar nesse estudo quatro fases básicas do crescimento de um cristão na área do relacionamento com Deus. Estas fases não são as únicas, pois talvez outro pregador ou mestre possa enumerar diversas e, mesmo assim, ser muito feliz e correto em suas colocações e afirmações. Entretanto, me atentarei a somente quatro fases que entendo serem importantes na vida de um cristão que deseja ter um crescimento sadio em Deus. As quatro fases que se pode observar são as seguintes:

A Curiosidade: Venha e Veja

CuriosidadeAnda se dizendo por aí que “a curiosidade matou o gato”, todavia, em nossas vidas a curiosidade foi e tem sido muito benefica no que diz respeito ao encontrar Jesus. Todos nós, de certa, fomos curiosos antes de nos convertemos de coração ao Senhor. Muitos de nós ouvimos um cristão falando de suas experiências com Deus, da salvação que recebeu, dos milagres que têm ocorrido em sua vida, da restauração da família e assim por diante e, diante de tudo isso, uma curiosidade abençoada foi gerada em nossos corações. Santa curiosidade! A curiosidade, quando gerada pelo Espírito, torna-se uma espécie de fome em conhecer mais a Deus e saber se, tudo o que os outros cristãos que já tiveram uma experiência com Jesus, é verdade mesmo ou se apenas falácia.

Quando Jesus começou a chamar seus discípulos (João 1), ele um dia se deparou com um caso de curiosidade. Havia um homem israelita chamado Natanael (João 1:45-51) que ao ouvir Filipe lhe dizer que ele havia encontrado o Messias (o esperado dos judeus), ele logo duvidou e questionou se alguma coisa boa poderia vir de Nazaré, pois se tratava de uma cidade muito pequena, sem muita significância naquela época.

Filipe prontamente lhe convidar a ir e ver o Messias pessoalmente. Foi então que Natanael teve um encontro com Jesus que revelou que já o havia visto mesmo antes de ele chegar perto de Jesus. Ali Natanael teve um lindo encontro com Jesus, um encontro que mudou sua vida para sempre, que o levou à salvação de sua alma.

Jesus falou algo interessante quando disse que somos sal e luz. Somos sal porque o sal provoca a sede e, este é um dos papéis do cristão nessa terra, o de provocar sede por Deus no pecador e, ainda mais, dar sabor a um mundo cheio de tristezas e dissabores. Somos luz porque somente a luz pode mostrar de forma clara algo que não conseguimos enxergar quando estamos na escuridão.

Seja curioso e conheça mais ao Senhor e prossiga em conhecê-Lo dia após dias (Oséias 6:3).

O Comprometimento: Venha e Siga

ComprometimentoApós a etapa da curiosidade, quando percebemos que realmente o que os outros cristão dizem é verdade mesmo e que o que Palavra de Deus declara é a verdade, então, entramos num nível mais profundo em Deus: o nível do comprometimento. Quando nossas convicções mundanas são esmagadas pela poderosa Palavra de Deus e tudo passa a ficar claro em nosso entedimento e em nosso Espírito, daí então é gerado dentro de nós, pelo Espírito Santo e por nossa decisão pessoal, um desejo profundo em ir após o Senhor Jesus. Foi este desejo de comprometimento que levou meros e simples pescadores galileus a deixarem tudo para trás e seguirem a Jesus.

É irresistível o chamado do Senhor, quando ele olha em nossos olhos e nos convida a não simplesmente provarmos de momentos de alegria em Sua doce presença, mas de ir mais além, de sermos salvos de nós mesmos, do diabo, do mundo e da carne.

É impossível dizermos que somos de Deus somente de forma verbal e o sermos realmente. Jesus deixou muito claro que não podemos louvá-Lo com nosso coração longe dEle (Marcos 7:6). Após a curiosidade vem o comprometimento e Deus espera que ponhamos nosso coração em Suas poderosas mãos se quisermos seguí-Lo.

Convicção: Venha e Se Renda

Jesus and My CrossNão existe nada mais animador que encontrarmos um cristão convicto de sua salvação e de que ele é cuidado por Deus. É algo contagiante, tocante e que impacta nossas vidas. Quando os imperadores romanos começaram a perseguir os cristãos nas primeiras fases da era cristã, centenas de irmãos nossos foram jogados aos leões. Entretanto, os livros históricos relatam que nossos amados irmãos e irmãs ao serem lançados no Coliseu, também conhecido como Circus Maximus, uma espécie de teatro ao ar livre da época, não negava a Jesus mas preferiam serem devorados pelos leões. Isso tudo acontecia diante do olhar atento e apavorado das multidões que, ao verem tamanha demonstração de fé e convicção, convertiam-se em dezenas. Nada é mais poderoso do que a convicção que a Palavra do Senhor gera em nós através das experiências que temos com Cristo.

Você pode ler um pouquinho da história deste homens convictos em Hebreus 11:14-40 onde vemos a galeria de alguns heróis da Fé.

Somente a convicção é que poderá levar você mais longe, mais fundo, mais alto em Deus. Você está preparado para ir mais além com Deus? A entregar tudo por amor a Jesus? O convite de Jesus para nós é:

“Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me”

(Marcos 8:34)

Chamado: Venha e Multiplique

ChamadoDe acordo com o apóstolo Paulo, os maiores dos mandamentos que são “amar a Deus acima de tudo” e “nosso próximo como a nós mesmos”, resumem-se em um único mandamento que cumpre toda a lei: ama teu próximo e terás cumprido toda a lei (Gálatas 5:14). Se formos tentar entender o propósito de estarmos aqui nesta terra mesmo após termos sido salvos, chegaremos a uma conclusão básico: temos uma missão aqui.

Pensando de forma lógica, seria mais interessante para Deus e muito mais ainda para nós, que Deus ao salvar-nos, ao ganhar nosso coração com Seu amor, de nos levar para junto dEle e não permitir que ficássemos aqui neste mundo tenebroso, cheio de injustiça e maldade, onde enfrentamos batalhas constantes contra nossa carne, o mundo e o diabo com seus demônios. Essa indagação nos mostra que o objetivo do Senhor em manter-nos aqui é porque Ele tem um propósito em nos usar para salvar ainda outras vidas que estão se perdendo no mar do pecado de onde fomos arrancados um dia pela poderosa mão de Jesus (Salmos 40:2-3).

Judas escreve no versículo 23 de seu único capítulo que é nossa missão “arrebatar” ou seja, tomar a força, tomar com rapidez, arrancar os pecadores que pudermos da mão do inimigo de nossas almas. Deus nos chamou para salvar vidas, não com nosso poder, mas com Seu poder, pois só Ele tem poder para salvar (Isaías 63:1c).

Os anjos queriam executar esta maravilhosa tarefa de evangelizar mas ela foi dada a nós (1ªPedro 1:12).

Há um propósito em estarmos aqui na terra, mas, quando ele terminar nos encontraremos com o Senhor nos ares para vivermos para sempre com o Senhor (1ªTessalonicenses 4:17).

Maranatha, ora vem Senhor Jesus!

Abração!

Gean Pierre

(Publicado em 02/07/2009 – 18:27h – Itajaí / SC)

Anúncios

Uma resposta to “Crescendo em Deus”

  1. Glória a Deus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: